Frete Grátis acima de R$99

Como surgem as estrias? É possível tratá-las?

 

 

Como surgem as estrias? É possível tratá-las?

Escrito por Larissa Chinaglia 

Larissa Chinaglia 

 

Se tem algo que ninguém gosta é estrias, não é mesmo? Elas aparecem, nos incomodam, marcam território, e parece que não há tratamento que as tire da gente (spoiler: tem sim). Eu separei as principais dúvidas que temos sobre como surgem as estrias e como é possível tratá-las.

Mulher passando as mãos na perna

Estrias, de onde vem?

Alguns motivos já são conhecidos, como ganho de peso e a gravidez. Mas como surgem as estrias de fato? Elas se formam do rompimento das fibras elásticas da pele, ou seja, quando nossa pele precisa esticar muito em um curto período de tempo. 

Além disso, o consumo de corticoides também contribui para o aparecimento das estrias de forma indireta. Nesse caso, o remédio reduz a quantidade de colágeno, elemento fundamental para firmeza e sustentação da nossa pele. 

As estrias podem surgir em três cores: vermelhas, roxas ou brancas. As vermelhas são estrias novas, podem coçar bastante e são mais fáceis de tratar. As roxas já são um pouco mais evoluídas, e pedem por muita hidratação e esfoliação. Já as brancas são as mais difíceis de serem tratadas, e são as que pedem por tratamentos mais agressivos. 

Esse rompimento que origina as estrias podem ser predisposição genética, e até mesmo nesses casos podem ser tratados. 

Como funcionam os tratamentos?

Em alguns casos, as estrias podem desaparecer sozinhas, mas costumam levar mais de um ano. Por isso, é tão aconselhável que se busque um tratamento. Eles estimulam que as fibras de colágeno voltem a ser produzidas, e assim que as tão odiadas estrias sumam por completo (ou bem próximo disso).

Existem alguns tratamentos dermatológicos, tais como peeling com ácido retinóico, laser ou luz pulsada, carboxiterapia, dermaroller. O problema dessas opções é que elas não costumam ser cobertas por planos de saúde ou serviços de saúde pública, por serem consideradas uma questão estética. 

Outras opções são cremes e loções, algumas podem ser encontradas em farmácias, e podem ser comprados com ou sem receita do seu dermatologista. 

Qual tratamento eu escolho?

Os cremes são ótimas opções de tratamento, pois são fáceis de encontrar e possuem um custo benefício bom.

Nossa dica é que você observe se o seu creme de escolha possuem os principais ingredientes do combate as estrias, tais como:

  • ácido retinóico – ele contrai as fibras de colágeno que dão firmeza para nossa pele;
  • ácido glicólico – ele retira a camada mais superficial da pele e faz uma esfoliação química que pode acabar com as estrias; 
  • vitamina E – ela ajuda a hidratar e tem ação antioxidante;
  • óleo de rosa de mosqueta – ele é regenerador e ajuda a firmar mais a pele
  • centelha asiática – ela possui propriedades cicatrizantes;
  • óleo de camomila, coco e amendoas doce – são muito hidratantes e potencializam o tratamento. 

Uma boa opção é o Lóc’up da Locaré Cosmética. Ele é um firmador antiestrias, pode ser usado para combater as estrias das nádegas e dos seios. Além de firmar e ser anti-estrias, ele conta com outros 14 benefícios, como hidratação, prevenção da flacidez, queima de gordura localizada, ação drenante, age até a terceira camada de pele, e muito mais. Confira os outros benefícios aqui.